Você é uma Ameba Criativa!

CriatividadeLeave a Comment on Você é uma Ameba Criativa!

Você é uma Ameba Criativa!

O que você faz? Com o que você trabalha? Essas são perguntas que muitas vezes nos pegam de surpresa e nos forçam a classificar quem nós somos. Muitas vezes respondemos essas perguntas de maneira trivial nos colocando dentro de um padrão: “Sou um engenheiro”, “Sou fotógrafo”, “Sou colorista”. E sem perceber nos colocamos dentro de uma caixa, nos prendemos em uma ideia e nos tornamos aquilo que falamos.

Não percebemos o impacto disso em nossas profissões, mas com o passar do tempo, começamos a perceber que entramos dentro de uma armadilha que não conseguimos sair e que, em casos, extremos acaba matando nossa criatividade.

Qualquer profissão exige criatividade!

Se você parar para pensar, qualquer profissão exige criatividade. Um médico precisa para lidar com pacientes diferenciados, um matemático quando tem que resolver diversos problemas, um professor precisa ao aplicar sua matéria. Toda profissão exige algum nível de criatividade, algumas mais outras menos. E o que nós fazemos para sermos assim?

Essa é uma pergunta que não tem resposta simples, mas quero compartilhar um pensamento com vocês, o que torna uma pessoa mais criativa ou não, é a maneira com que ela pensa sobre a vida, e poderia fazer um post gigante falando sobre esse tema, mas hoje vou ser mais específico.

“A maneira como você pensa a vida”

Essa é uma frase de impacto, mas deve ser interpretada com leveza. Uma pessoa que consegue ver a vida com novos olhos todos os dias, uma pessoa que a cada dia da semana experimenta uma nova comida, uma pessoa que, quando caminha, presta atenção nos movimentos da rua, essas pequenas coisas nos ajudam a ser mais criativos.

A grande inteligencia dessa pessoa, é que o cotidiano, não é tão cotidiano, fazendo ela sempre se maravilhar com o que vê todos os dias, pois a cada dia ela consegue descobrir algo novo sobre ela mesma e o mundo.

E isso nos leva a grande pergunta do começo deste post. O que você faz? Existe algo mais cotidiano que o trabalho? A repetição de uma função durante horas e horas do seu dia, durante os dias das semanas, durante as semanas do mês, durante e os meses dos anos…

A quebra do cotidiano é um ato criativo

O ato do trabalho é o maior cotidiano que temos e ele se torna ainda mais cotiano quando você decide o que você é. A partir do momento em que você se define em uma tal área de atuação você diminui o seu círculo de criatividade.

Veja bem, a criatividade é o conjunto de seus conhecimentos expressos em algum suporte (fotografia, literatura, audiovisual, matemática, etc.) se você se enquadra em uma profissão, digamos fotografia, você já exclui as outras, pois como um fotógrafo vai saber cantar? E na maioria das vezes as pessoas não são boas em apenas uma coisa, mas sim em várias. Nós limitamos a nossa criatividade a partir das definições que colocamos para nós mesmos.

Então o que devamos fazer para não nos limitarmos em um termo ou uma área do conhecimento? É aqui que surge o termo, “Ameba Criativa”. A ideia deste termo é ser algo que não limita nossos conhecimentos e nossa criatividade em um único aspecto. Como “Amebas Criativas”, temos a capacidade de moldar a forma da nossa criatividade e nossas ideias. Não precisamos nos limitar a um único nicho ou um único estilo.

A ideia de sermos uma “Ameba Criativa”, é abrir nossos limites e cada vez mais expandir e juntar estilos totalmente diferentes. Fazer trabalhos onde temos intercambio de ideias e de conceitos, desconstrução de ideias.

Acho válido lembrar que há um bom tempo atrás eu fiz um post falando sobre processos criativos se você tiver interesse você pode ler ele aqui! Talvez precise de uma atualizada, o que me dizem?

E você? É uma “Ameba Criativa”? Espero que tenham gostado. Sigam criando, vejo vocês no meu próximo post!

Gustavo Winther

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top